Assaltaram a gramática

Pelo fim dos atentados ao vernáculo.

De uma vez por todas, vamos lá:

O verbo haver também pode ser usado como IMPESSOAL, sem flexão de número-pessoa, isto é, ele permanece na 3ª pessoa do singular seja qual for o tempo e modo verbal. Neste caso, tem as significações de:

1. existir

  • A ética é o reconhecimento de que somos indivíduos porque  outros indivíduos.
  • O pior, talvez, seja não o fato de haver concentração de renda, mas o fato de que se considere isso normal, banal, inevitável.

2. acontecer, realizar-se:

  • Houve mais dois simpósios para discutir o tema.

3. decorrer, ter passado (tempo):

  • No campo filosófico o debate está aceso há vários anos.
  • Faz tempo que não a vejo, pois há dias não vem trabalhar.

Vale observar que neste caso 3 haver comuta com fazer, sendo opcional o uso da partícula QUE quando a expressão de tempo vem no início da oração:

  • No campo filosófico o debate está aceso faz vários anos.
  • Há tempos [que] não a vejo, pois faz dias [que] não vem trabalhar.

Ok? Sem essa de escrever que “a muito tempo atrás você fez alguma coisa…” (sinto dor só de ler isso).

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *