Dark Pattern no app do Magazine Luiza

Dark patterns são recursos bastante antigos e conhecidos das pessoas que trabalham com Design de Interação.

Se você não os conhece, tudo bem. Um bom lugar para aprender sobre eles é esta publicação da Communications of the ACM.

Rápido contexto

De forma a dar o contexto para esta postagem, vale explicar rapidamente que dark patterns são práticas que acabam por direcionar uma pessoa a tomar uma atitude que vai beneficiar uma empresa e prejudicar o individuo. Às vezes um dark pattern vem com uma afirmação contendo uma dupla negativa, que força o usuário a concordar com algo que – normalmente – não concordaria. Ou então pode vir em forma de um countdown falso, para te dar a impressão de que trata-se de uma oferta que está acabando, e você se vê forçado a decidir rapidamente o que deve fazer (e acaba comprando algo sem pensar muito a respeito).

Companhias aéreas são famosas por aplicar dark patterns em seus sistemas, indicando que os assentos com valor promocional estão acabando ou escondendo um checkbox (já devidamente checado) em que o usuário concorda em contratar um serviço extra sem nem perceber que está fazendo.

Outras empresas famosas por usar dark patterns são bancos e companhias de seguro. Daí já dá para sacar que a aplicação de um dark pattern não é das coisas que as empresas mais legais fazem (#fikdik). Em aplicativos, é muito comum ver dark patterns naquelas iniciativas feitas para ludibriar os usuários que instalam algo engraçadinho (tipo um joguinho) e, sem perceber, acabam assinando um serviço de horóscopo (ou algo que o valha) que custa os olhos da cara. Para complementar, o cancelamento é sempre complicado (por este motivo do cancelamento complicado eu tenho uma piada interna de que a Adobe é um grande dark pattern disfarçado de bloatware).

Enfim. O caso em questão.

E quando quem aplica o que parece ser um belo de um dark pattern é a empresa super marota, com a mascote simpaticona que todo mundo ama falar bem, como faz?
Bem. A gente faz quando qualquer empresa pratica um dark pattern. A gente indica e recomenda que as pessoas tomem cuidado. É o que estou fazendo agora.

Ultimamente tenho visto muitos elogios ao super app do Magazine Luiza. Resolvi instalar. Confesso que não me recordo de ter comprado lá num passado recente. A ideia dos super apps é interessante e tem um tanto de gente aqui no Brasil (além do Magazine Luiza, o Inter está nessa) tentando emplacar isso de ser um super app (nos moldes do We Chat). Enfim. resolvi experimentar e instalei o aplicativo. De cara, uma coisa que chamou a minha atenção foi a quantidade de notificações vazias. De tempos em tempos vejo o app com o icone vermelhinho de notificação indicando que há um número X de coisas lá pra mim. Quando clico, além de ser um numero real inferior de informações, elas são pouco relacionadas comigo.

Isso não é o pior dos dark patterns, mas não deixa de indicar uma prática não muito legal. Quem faz isso com muita frequência é o LinkedIn, que me enche de avisos sobre pessoas com N graus de distância que curtiram algo que pode vir a ser de meu interesse. Normalmente, não é.
Como disse, é um tipo de ação que visa que a gente clique para ver qual é a das notificações e acabe ficando por lá.

Prática boba, porém nada bem intencionada.

Ontem, resolvi documentar a coisa e postei o vídeo abaixo no instagram. Marquei a mascote simpaticona para ver o que me esclareciam. Afinal, pode muito bem ser um bug, né (vamos dar o benefício da dúvida)?

Infelizmente não saberei se é um bug ou se é mesmo um belo dark pattern aplicado para fazer as pessoas clicarem mais no app (growth hacking que o povo adora chamar).

Para que eles interajam comigo, preciso indicar o meu CPF.

Faz parte, né? Quem nunca passou na porta de uma loja da rede e, para saber uma informação, não teve que dar o seu CPF?

Eu acho que sou muito implicante, né?

😉

ps: adorei a piscadela que a mascote simpaticona mandou ao final da mensagem. me fez me sentir bem mais próximo da empresa. Me senti conversando com a Ivete Sangalo. /sarcasmo

pps: abaixo, uma representação do meu sentimento ao receber o comentário / pedido do meu cpf da mascote simpaticona.

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *